Monthly Archives: Novembro 2009

PISTA DE ATLETISMO MONIZ PEREIRA

A pista de Atletismo Moniz Pereira é um importante equipamento desportivo para a Alta de Lisboa que pode vir a proporcionar, no futuro, a realização de importantes provas de atletismo, nas suas múltiplas vertentes e, por esse motivo, captar o interesse de muitos jovens residentes nas três freguesias da Alta, para a prática de tão salutar desporto.

Embora a pista tenha sido inaugurada em 2007, pelo então Presidente Carmona Rodrigues, a verdade é que as obras circundantes ainda não acabaram limitando, de certa forma, o acesso à utilização da mesma. As obras estão actualmente na fase final e depois de prontas, parece-nos um local simpático e aprazível, rodeado de bonitos espaços verdes.

Esperamos que o investimento feito seja amplamente rentabilizado pois se assim acontecer, é sinal que muitos jovens da Alta de Lisboa e não só, ganharam gosto pela modalidade e atingiram bons resultados.

Anúncios

EIXO CENTRAL

Em qualquer País civilizado do Mundo, um empreendimento urbanístico começa por dotar a área das infra-estruturas necessárias (rede de água, electricidade, gás, telefone, saneamento básico, rede viária, espaços verdes, etc., etc.), a seguir executa-se o projecto de construção e depois de tudo pronto, é o momento de proceder à ocupação dos fogos por quem os adquiriu.

Em Portugal e na Alta de Lisboa, primeiro construiram-se os prédios e meteram-se lá as pessoas e só depois, passados meia dúzia de anos, é que se procede à concretização dos projectos viários previstos, causando este procedimento graves transtornos à população que se confronta todos os dias, especialmente nas horas de ponta, com graves problemas de trânsito.

Um pequeno troço do Eixo Central, encontra-se em execução mas pelo andar da carruagem, acreditamos que ainda vai demorar mais meia dúzia de anos a concluir, se nos lembrarmos que em parte do seu percurso ainda existem construções por demolir que a Câmara ainda não negociou com os seus proprietários.

A Alta de Lisboa continua um gigantesco estaleiro, com obras por toda a parte, causando esta situação graves problemas de limpeza no verão, com a imensa poeira que é levantada com as máquinas que revolvem as terras e no inverno, com a lama que os camiões depositam em todas as ruas por onde transitam, sem que os responsáveis cumpram os regulamentos quanto aos cuidados a ter com estas situações.

Se a CRIL, a CREL, o Eixo Norte SUL e muitas outras infra-estruturas rodoviárias da cintura de Lisboa demoraram mais de uma década porque motivo o Eixo Central e a Avenida Santos e Castro hão-de demorar menos tempo? Não podemos esquecer que estamos em Portugal e em Portugal é assim que se trabalha, ponto final parágrafo.HPIM4850

 Este é o troço do Eixo Central, em construção que se situa entre a Avenida Nuno Krus Abecasis e a rotunda situada nas imediações da parte norte daquela que foi a Musgueira Sul