Monthly Archives: Janeiro 2014

CONVÍVIO DE FIM DE ANO

DSC07214
DSC07204

DSC07207

DSC07208

DSC07209

DSC07210

DSC07211
Realizou-se no Salão de Festas da AMBC que embora ornamentado de forma simples, estava com um aspecto festivo muito simpático, o tradicional convívio de Fim-de-Ano, o qual decorreu de forma bastante animada até cerca das duas horas da madrugada.

Entre as 8,30 e as 10,30 horas, os associados confraternizaram, comendo e bebendo, já que foi permitido que cada um levasse de casa os petiscos que quisesse. Depois das 10,30, começou o verdadeiro divertimento na pista de dança, com toda a gente muito animada, bailando e trauteando as canções mais conhecidas que iam passando na aparelhagem sonora da AMBC.

Cerca das 23,57 a música parou para que cada um pudesse preparar a sua garrafa de champanhe, a tempo de fazer saltar a rolha ao bater do último segundo das 24 horas do dia 31.12.2013. E de facto, assim aconteceu, ouvindo-se o estrondo das rolhas a saltar e os copos a encherem-se para fazer o brinde ao novo ano de 2014 e ao sucesso de todos os presentes.

Foi uma festa simples, bonita e em família, notando-se que todos os associados gostaram e saíram satisfeitos cerca das 2 horas da madrugada, a caminho de suas casas que na pior das hipóteses, ficavam a 200/300 metros, da Colectividade.

Para o ano, se Deus quiser, cumpriremos uma vez mais a tradição, dando oportunidade a todos os sócios que não vão para fora, de poderem confraternizar e divertir-se na Colectividade que fica a poucos metros de distância das suas casas.

Então até ao próximo dia 31 de Dezembro de 2014 com o desejo de um excelente ano para todos os associados.

Anúncios

FELIZ 2014

2014

A AMBC deseja a todos os seus associados, familiares e Amigos, um excelente ano de 2014, com muita saúde e repleto de boas e agradáveis surpresas.

CALVANAS E SETE CÉUS SUPERARAM A GREVE DO LIXO

HPIM1769

A greve dos trabalhadores da recolha do lixo da Câmara Municipal de Lisboa, provocou o caos em quase toda a cidade de Lisboa, com grandes amontoados de lixo por toda a parte e as ruas muito sujas.
Mas essa situação não aconteceu em toda a cidade de Lisboa, como por exemplo nos Bairros de Calvanas e Sete Céus, devido ao sistema modelo de recolha de lixo existente. Cada casa de habitação tem distribuídos 3 tambores para reciclagem do lixo e cada família separa o vidro, o papel, o plástico e o verdadeiro lixo. Depois, em dias previamente marcados, o tambor é colocado no passeio para que o seu conteúdo seja recolhido pela viatura camarária.

Nestes dias em que não houve recolha de lixo, não obstante os tambores terem ficado cheios, os moradores resistiram à tentação de colocar o lixo fora de portas e o Bairro manteve sempre um aspecto limpo.

A AMBC congratula-se com o comportamento civilizado de todas as famílias associadas e não associadas de Calvanas e Sete Céus que tiveram o cuidado de acondicionar o lixo no interior das habitações e dessa forma preservar a sua limpeza.